AS CRIANÇAS NÃO PRECISAM ENTENDER TUDO – RABINO ARON MOSS | Glorinha Cohen

AS CRIANÇAS NÃO PRECISAM ENTENDER TUDO – RABINO ARON MOSS

314_historia_5_1A ideia de que crianças precisam entender o raciocínio por trás de todas as decisões dos pais é um equívoco. Se as crianças fossem capazes de entender todo motivo dos pais, então poderiam ser pais eles próprios.


314_historia_5_2Em Algemeiner.com

Pergunta:
Digo ao meu filho de nove anos que as pessoas que trabalham muito progredirão na vida e terão tudo aquilo que precisam. Agora estou num dilema. Há um novo jogo eletrônico que custa 499 dólares mais uma fortuna para cada jogo extra. O primo dele tem um, seus amigos também, mas eu não pretendo comprar um para ele. Não temos o dinheiro, e de qualquer maneira não é uma das nossas prioridades – há coisas muito melhores que ele pode fazer com seu tempo do que jogar videogames violentos. Ele fez tudo certinho, escuta o que falamos, se esforça na escola e agora está desolado por ter feito tudo isso e não poder ganhar aquilo que deseja. Como explico isso para ele?

Resposta:
Você tem diante de si uma maravilhosa oportunidade de ser pai. É uma chance de ensinar duas verdades vitais ao seu filho – que ele não pode ter tudo, e que ele nem sempre pode entender o porquê.

A ideia de que crianças precisam entender o raciocínio por trás de todas as decisões dos pais é um equívoco. Se as crianças fossem capazes de entender todo motivo dos pais, então poderiam ser pais eles próprios. É exatamente sua incapacidade de avaliar por que nem todo desejo e capricho deve ser alimentado que faz deles crianças. O trabalho dos pais é estabelecer limites, e isso significa que às vezes a resposta é simplesmente não.

Quando um pai estabelece a lei e dá um não bem claro, está fazendo um grande favor ao seu filho. A criança aprenderá uma importante lição: não se consegue sempre aquilo que se quer. Às vezes parece injusto, às vezes parece injustificado, mas acontece, e acontece a todos, durante a vida inteira – há coisas que você deseja e não pode ter.

Infelizmente, muitas crianças não aprendem isso. Os pais lhes dão tudo que desejam. E quando crescem, ficam chocadas porque o resto do mundo não faz o mesmo. Estes são os adultos que pensam que seu cônjuge, seus amigos, seu país e D’us deveriam estar lhes dando tudo aquilo que pedem e “merecem”. Se tivessem sido ensinados desde pequenos que não se pode ter tudo, aceitariam isso quando adultos.

Seu filho merece ser recompensado pelo bom comportamento e esforço na escola, mas talvez esta recompensa não precise ser aquela que ele deseja. Não é fácil, mas é muito melhor aturar acessos de raiva de uma criança desapontada durante alguns dias do que ter um filho mimado que será mimado durante a vida toda. Como disse o Rei Shelomô: “Treine a criança em seu caminho, para que quando ela crescer não se desvie dele.” Hoje ele ficará aborrecido, mas um dia ele lhe agradecerá.


RABI ARON MOSS ensina Cabalá, Talmud e Judaísmo prático em Sydney, Austrália, e contribui frequentemente com Chabad.org.

www.pt.chabad.org