EM EVIDÊNCIA – GENTE QUE ACONTECE.. | Glorinha Cohen

EM EVIDÊNCIA – GENTE QUE ACONTECE..

E faz acontecer, como o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, Arolde de Oliveira,Cristina Xisto,Andrea Maier,Juliano Medeiros,Paulo César Vieira, pastor Luiz Sayão, Mônica Rosenberg, Heni Ozi Cukier, ministro Benjamin Zymler, Clarice Herzog, a atriz Sophie Charlotte, Lea Gabanyi, Sonia Oppenheim, Vanessa Nunes, Eduardo Hunsche Grossman, Roberto Santini Neto, Enrique Spiguel, Augusto Cohen Maltchik, Arthur Bisonhim, Guilherme Sprinz, Andre Fick, Felipe Hahn Marchioro, Diego Ariel Behar Kwasniewski, Samuel Knijnik Martins, Arthur Gurski Leal, Roberto B. Steren, Marcelo Bin, Dório Feldman, Avi Gelberg e Hertha Spier, dentre outros.


LANÇAMENTO DO APLICATIVO ‘AUDIO GUIDE ISRAEL’ NA EMBAIXADA DE ISRAEL

319_first_5_1O aplicativo ‘Audio Guide Israel’ é gratuito e está disponível para smartphones e tablets, com recursos tecnológicos incríveis, que permitem conhecer a história dos principais pontos turísticos mais visitados em Israel. O App chega para celebrar também os 70 anos de Israel. O lançamento aconteceu na quarta-feira (18/07), na Embaixada de Israel em Brasília-DF.

O evento contou com a participação do embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley; do fundador do Grupo MK de Comunicação e deputado federal, Arolde de Oliveira; da vice-presidente do Grupo MK de Comunicação, Cristina Xisto; da diretora da rádio 93FM, Andrea Maier; do chefe de reportagem da rádio 93FM, Juliano Medeiros, do chefe de gabinete, Paulo César Vieira e do Pastor Luiz Sayão.

O aplicativo ‘Audio Guide Israel’ está disponível para os sistemas iOS e Android. Oferece narrações em português e inglês, permitindo ao usuário ter, em áudio, informação sobre 70 pontos turísticos do país. O aplicativo possui geolocalização: de maneira rápida, o turista tem apontado no mapa em 3D os pontos de interesse ao seu redor.

O conteúdo foi escrito e gravado pelo linguista, hebraísta e teólogo Luiz Sayão. A versão em inglês foi gravada por Samuel Soares. Em breve, todo o conteúdo estará disponível em outros idiomas. A iniciativa é da MK Music.


OS CANDIDATOS MONICA ROSENBERG E HENI OZI CUKIER APRESENTAM SUAS PROPOSTAS NA NA’AMAT SP

319_first_5_2Heni Ozi Cukier e Monica Rosenberg

A Na’amat Pioneiras São Paulo, realizou no dia 30 de julho, no Cowork, em Higienópolis, o evento “Perspectivas para Transformação”, com a presença dos candidatos do Partido Novo, Mônica Rosenberg (Deputado Federal) e Heni Ozi Cukier (Deputado Estadual).

Durante o encontro, Mônica Rosenberg, que é advogada e fundadora do “Instituto Não Aceito Corrupção” e Heni Ozi Cukier, que é cientista político, professor e foi secretário adjunto de Segurança Urbana de São Paulo, falaram sobre suas trajetórias pessoais, apresentaram seus projetos como candidatos pelo Partido Novo e responderam às perguntas do público presente.

“Tudo por que batalhei e construí em minha vida têm sido direcionado a melhorar o país, e acredito que meu conhecimento em áreas como segurança, educação e gestão pública me prepararam muito bem para essa empreitada. A política é o melhor jeito de ajudar o meu estado e também o meu país”, destacou Heni, cujo programa tem como foco as áreas de segurança, saúde e educação.

“Decidi entrar na política quando co-fundei o Instituto Não Aceito Corrupção. Nosso trabalho teve resultados importantes, mas quanto mais conhecia o assunto mais compreendia que é necessário estar dentro do sistema para mudar a regra do jogo e fazer um país mais ético”, disse Mônica, que traz como bandeiras o combate a corrupção, o fortalecimento do empreendedor individual e as questões ligadas aos idosos e às pessoas com deficiência.


MINISTRO DO TCU VAI A CURITIBA FAZER PALESTRA EM CONGRESSO DE DIREITO ADMINISTRATIVO

319_first_5_3Organizado pelo Instituto Paranaense de Direito Administrativo, evento acontecerá de 21 a 24 de agosto, na OAB Paraná, e terá conferência de Benjamin Zymler

O ministro do Tribunal de Contas da União – TCU, Benjamin Zymler, estará em Curitiba, no próximo dia 21 de agosto, para ministrar a conferência “Consensualidade administrativa: o exemplo dos acordos de leniência e a jurisdição de contas”, na abertura do XIX Congresso Paranaense de Direito Administrativo. Organizado pelo Instituto Paranaense de Direito Administrativo – IPDA, o encontro será realizado até 24 de agosto, na sede da OAB Paraná (Rua Brasilino Moura, 253, Ahú).

O presidente do IPDA, Edgar Guimarães informa que o Congresso tem por objetivos a dissiminação prática dos fundamentos constitucionais democráticos e a promoção da cidadania em sua concepção mais ampla e inclusiva. “Serão apresentadas abordagens relacionadas ao compliance e controle na administração pública, corrupção e improbidade administrativa, contratos administrativos, serviços públicos e o medo do agigantamento estatal, licitações públicas, segurança jurídicos e direitos fundamentais”, observa Guimarães.

A conferência de encerramento, no dia 24, será feita pelo professor doutor Márcio Cammarosano, referência em Direito Público, e o homenageado no Congresso pelo desempenho em sua trajetória profissional. Cammarosano falará sobre “O Direito Administrativo do Medo”.

Informações: www.ipda.net.br


MINISTÉRIO PÚBLICO REABRE INVESTIGAÇÃO SOBRE MORTE DE HERZOG

319_first_5_4Clarice Herzog, viúva de Vladimir Herzog, mostra o novo atestado de óbito de Vlado ao lado do filho Ivo (à esq.), do neto Lucas e do marido, Gunnar Carioba (camisa xadrez). Foto: Moacyr Lopes Junior / Folhapress.

A notícia de que o Ministério Público reabriu as investigações sobre a morte do jornalista Vladimir Herzog, ocupou as principais manchetes da mídia nesta semana. A matéria publicada na Folha de S. Paulo, assinada por Marco Rodrigo de Almeida, nesta segunda, dia 30 de julho conta que o caso foi retomado após a Corte Interamericana de Direitos Humanos condenar o Brasil, no começo do mês, por não investigar e punir o crime ocorrido em 1975, durante a ditadura militar.

A reabertura das apurações foi anunciada na tarde desta segunda (30) em encontro na TV Cultura com procuradores da República, integrantes do Centro de Justiça e Direito Internacional (Cejil), a viúva (Clarice) e um dos filhos de Herzog (Ivo). Uma investigação anterior do Ministério Público sobre a morte do jornalista havia sido arquivada em 2009, com base na Lei da Anistia de 1979, que significou um perdão para todos que cometeram crimes relacionados ao regime militar, tanto para representantes do Estado como opositores do regime.

Após duas condenações do Brasil pelo tribunal de direitos humanos —a primeira em 2010, pelo desaparecimento de 62 pessoas na Guerrilha no Araguaia, a segunda agora, referente a Herzog—, o Ministério Público passou a ter a posição de que esses casos deveriam ser levados novamente à Justiça, uma vez que a anistia e a prescrição não se aplicariam a eles. Nos dois casos, o tribunal ordenou a adoção de medidas destinadas a reiniciar as investigações e processar e punir responsáveis.

Leia mais.

Fonte: Boletim Conib


SOPHIE CHARLOTTE ESTRELARÁ SÉRIE SOBRE ARACY GUIMARÃES ROSA

319_first_5_5A atriz Sophie Charlotte, segundo publicou o Portal do Holanda, vai protagonizar a minissérie da TV Globo “O Anjo de Hamburgo”, que conta a história de Aracy Moebius de Carvalho Guimarães Rosa (1908-2011), a brasileira que salvou cerca de 200 famílias de judeus da prisão e da morte na Alemanha nazista. A escolha de Sophie provou ser a opção mais apropriada. Afinal, a atriz é filha de mãe alemã e nasceu em Hamburgo, exatamente onde a história se passa. Ela veio para o Brasil aos sete anos de idade.

O roteiro é escrito por Mário Teixeira, autor de “Liberdade, Liberdade”, e a direção-geral está a cargo de Jayme Monjardim, que filmou “Olga” (2004), sobre Olga Benário Prestes, morta em 1942 justamente em um campo de extermínio nazista. A produção terá dez capítulos e pretende reunir um elenco com vários nomes internacionais. Atores alemães estão sendo convidados para trabalhar ao lado de Sophie Charlotte, Mateus Solano, Tony Ramos e Fernanda Montenegro, já confirmados. Mas os produtores também buscam astros norte-americanos. As gravações acontecerão entre novembro e fevereiro. Entretanto, a equipe não se deslocará para a Alemanha. A produção se dará em locações e estúdios no Brasil e na Argentina.

A trama vai contar como Aracy de Carvalho Guimarães Rosa, segunda esposa do escritor Guimarães Rosa, usou sua posição como funcionária da embaixada brasileira em Hamburgo para conceder vistos a judeus entre os anos de 1938 até 1942, permitindo sua fuga para o Brasil. O chamado Anjo de Hamburgo não só fornecia vistos, como também ajudava os refugiados financeiramente e com suprimentos para a viagem, comprados com o dinheiro de seu próprio bolso. Ela ainda chegou a abrigar alguns deles, livrando-os da prisão e da morte.


TRIO IN CANTO ENCANTA A HEBRAICA

319_first_5_6Formado há 10 anos, o Trio In Canto, formado por Lea Gabanyi, Sonia Oppenheim e Vanessa Nunes, se apresentou recentemente na Hebraica de São Paulo no Show do Meio-Dia e encantou a plateia. Elas lançam no dia 21 de outubro, em São Paulo, o primeiro CD do grupo, Memórias In Canto, com 14 canções judaicas. Apresentado inicialmente como um trabalho voluntário para idosos, o trio expandiu suas ações para shows e eventos na comunidade judaica e a pedido de quem ouve as músicas semanalmente, surgiu o projeto do CD.


SESSÃO DE AUTÓGRAFOS COM NANETTE BLITZ KONIG NA BIENAL DO LIVRO DE SP

A autora de “Eu sobrevivi ao Holocausto” autografou seu livro no estande da Universo dos Livros na 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, aberta até o próximo dia 12 de agosto no Pavilhão do Anhembi. Nanette Blitz Konig, colega de classe de Anne Frank no colégio, também teve a juventude roubada e perdeu a crença na inocência humana quando esteve diante da morte diversas vezes.


SOBREVIVENTE DO HOLOCAUSTO COMPLETA 100 ANOS EM PORTO ALEGRE

319_first_5_7Hertha Spier e Kaisa Persson. Foto: Divulgação

Hoje com 100 anos de idade e moradora de Porto Alegre, a polonesa Hertha Spier é uma das sobreviventes do Holocausto. As lembranças da época não são boas, mas ela conseguiu manter contato com uma voluntária que a alimentava no Gueto de Cracóvia, para onde foi levada aos 21 anos e ficou confinada. Durante as comemorações do aniversário dela, que ocorreram neste fim de semana na capital gaúcha, as duas se reencontraram.

Hertha nasceu em 15 de julho de 1918. Judia, vivia com os pais e quatro irmãos perto da fronteira com a Alemanha. Depois da invasão do exército nazista, foi confinada no gueto. Com idade avançada, a polonesa fala pouco. Mas em um episódio do projeto Histórias Curtas, da RBS TV, de 2011, ela contou detalhes do que viveu na Segunda Guerra Mundial. “Com tristeza nos olhos, meu pai disse: ‘Hertha, a partir de agora nossas vidas não nos pertencem mais’. Meu pai falou isso”, lembrou, na gravação.

“Os pais foram tirados à força do gueto e assassinados a tiros nos bosques”, conta um dos filhos de Hertha, Lúcio Spier. Prisioneira, a judia não passou somente pelo Gueto de Cracóvia. Foram três campos de concentração. Em Auschwitz, na Polônia, recebeu o número tatuado no braço: A21646. “Minha mãe trabalhou na seleção das roupas dos prisioneiros. As pessoas que eram assassinadas vinham das cidades, escondiam joias e dinheiro nos forros. E eles matavam pessoas e tinham prisioneiros para tirar essas joias e esse dinheiro”, relata Lúcio. Os irmãos de Hertha morreram. Quando a guerra terminou, ela era prisioneira no campo de Bergen-Belsen, na Alemanha, em 1945.


TIME DE FUTSAL DE PORTO ALEGRE CONQUISTA MACABÍADAS JUVENIS DE ISRAEL

319_first_5_7A equipe de futsal Macabi Porto Alegre representou o Brasil nas Macabíadas Juvenis de Israel e sagrou-se campeã da competição. Na final, disputada na manhã de sexta-feira (27/7), na cidade de Haifa, os gaúchos bateram a Itália por 4 a 1.

A equipe é treinada em pelo professor Roberto Steren, mas no torneio foi comandada por Eduardo Maciel. Antes de chegar na decisão, o time passou por Argentina, Hungria e Israel. Integraram a equipe os atletas Eduardo Hunsche Grossman, Roberto Santini Neto, Enrique Spiguel, Augusto Cohen Maltchik, Arthur Bisonhim, Guilherme Sprinz, Andre Fick, Felipe Hahn Marchioro, Diego Ariel Behar Kwasniewski, Samuel Knijnik Martins e Arthur Gurski Leal e tem como diretores, Roberto B. Steren, Marcelo Bin, Dório Feldman e Avi Gelberg.