RONCO E CRISES CONJUGAIS | Glorinha Cohen

RONCO E CRISES CONJUGAIS

 

191_medicina_2.1

O sono é uma das etapas fundamentais no dia-a-dia de um indivíduo. É através dele que nosso organismo consegue restabelecer as energias para as práticas mínimas do cotidiano. Entretanto, um incontável número de pessoas sofrem de algum distúrbio do sono, como o ronco, o que influencia gravemente em sua qualidade de vida e de seus familiares.

 


O que é o ronco?

O ronco é uma obstrução parcial das vias respiratórias superiores durante o sono, que ocorre em razão do contato das paredes musculares da faringe. Essa estrutura tem diminuição do seu tônus induzido pelo repouso e a própria perda de elasticidade que acontece com o decorrer da idade. Como conseqüência, temos um ruído característico, que é tema de anedotas e que traz grandes constrangimentos e problemas para os indivíduos roncadores.

Qual a importância do sono?

O sono é uma das etapas fundamentais no dia-a-dia de um indivíduo. É através dele que nosso organismo consegue restabelecer as energias para as práticas mínimas do cotidiano. Entretanto, um incontável número de pessoas sofrem de algum distúrbio do sono, como o ronco, o que influencia gravemente em sua qualidade de vida e de seus familiares.

Qual a relação entre o ronco e os problemas de relacionamento conjugal?

Vários estudos já investigaram o tema, que parte da observação de que a maior parte dos adultos dorme com um parceiro. Sendo assim, problemas relacionados ao sono, como o ronco e a insônia, poderiam influenciar a vida e a qualidade do sono daquele que compartilha o momento de descanso ao lado de seu companheiro.

Quais questões estão envolvidas na vida de casais em que um dos parceiros ronca?

As questões psicológicas e sociais envolvidas com os distúrbios do sono e com o relacionamento a dois são bastante freqüentes e estão, em alguns casos, implicadas nos conflitos conjugais. Dessa forma, instaurar medidas que melhorem a qualidade de vida do casal, como terapias comportamentais e de enfoque no próprio distúrbio do sono, podem melhorar relacionamento a dois.

Além de iniciativas para melhorar a convivência e evitar crises no relacionamento, o que pode ser feito para ajudar casais com esse problema?

Um casal em que um dos parceiros ronca deve procurar atendimento médico para esclarecer o que está causando o ronco. Em clínicas devidamente equipadas, uma polissonografia pode revelar problemas que não podem ser notados com facilidade e o tratamento adequado pode ser escolhido a partir desses achados.

Existe tratamento para o ronco?

Sim. O ronco pode ser tratado através de dispositivos orais, que ajudam a passagem de ar, ou de equipamentos sofisticados que mantém as vias aéreas abertas. Muitas vezes, entretanto, estratégias de posicionamento no leito e perda de peso podem ser suficientes, melhorando o sono do roncador e de seu cônjuge.

O que fazer quando o tratamento não consegue eliminar o ronco da vida do casal?

Quando os tratamentos disponíveis não são suficientes para eliminar completamente o ronco, os casais podem optar por dormir em quartos separados, reservando a cama de casal para seus momentos de intimidade. É interessante, entretanto, buscar sempre acompanhamento especializado a fim de que se possa lidar da melhor forma possível com essa situação.

LEMBRE-SE: APENAS UM MÉDICO ESTÁ HABILITADO PARA DIAGNOSTICAR E LIDAR ADEQUADAEMNTE COM SITUAÇÕES COMO ESSA.


Fonte: Bibliomed (www.bibliomed.com.br)