HUMILDADE COM AUTOESTIMA – RAV EFRAIM BIRBOJM

338_história_5_1É importante ser humilde. Porém, às vezes, diante de pessoas que querem nos diminuir, devemos erguer a cabeça e sentir orgulho de quem somos. Não são os outros que definem o nosso verdadeiro valor, somos nós mesmos.


“Um burrinho voltava da roça com um carregamento de lenha. O caminho era estreito e cheio de obstáculos. O burrinho caminhava devagar, humildemente, com as orelhas caídas e murchas. Como a carga era larga, ocupava quase toda a largura do caminho. Justamente quando ele estava na parte mais estreita da estrada, encontrou um belo cavalo que vinha no sentido contrário. Era realmente um belo animal, que marchava orgulhosamente com a cabeça erguida, usando sobre o lombo uma bela manta de lã e um freio de ouro.

- Olá, coisa feia! – gritou o cavalo – Saia já da estrada, pois eu quero passar! Não vê quem eu sou?

O pobre burrinho, humildemente, nada respondeu. Não poderia voltar e nem liberar a estrada. Encostou-se o mais que pôde no barranco, mas mesmo assim o cavalo não poderia passar com facilidade. O cavalo forçou o passo, avançando impetuosamente. Tentou passar com tanta fúria que se raspou na lenha que o burrinho transportava. Rasgou a manta de lã e também o próprio couro, ficando ferido. Aquela ferida acabou infeccionando e, mesmo tratando com os mais caros medicamentos, depois daquele acidente ele nunca mais foi um cavalo garboso, pois ficou feio com aquele enorme defeito bem visível. Para sua infelicidade, foi vendido a um pequeno fazendeiro, que precisava de um cavalo para puxar uma pesada carroça.

A partir de então, sua vida tornou-se muito diferente. Com tanto trabalho, ficou magro e surrado. Tinha que puxar a carroça horas por dia. Certa vez, encontrou-se novamente com o burrinho. Ao ver o estado em que estava aquele cavalo, anteriormente tão orgulhoso, o burrinho ergueu a cabeça, levantou as orelhas, encheu o peito e disse:

- Por favor, vossa senhoria pode passar primeiro! O caminho está livre para você passar com sua pesada carroça. Eu desejo que tenha sempre ótimos dias como este de hoje! Que tenha boa e longa vida neste seu novo trabalho”.

É importante ser humilde. Porém, às vezes, diante de pessoas que querem nos diminuir, devemos erguer a cabeça e sentir orgulho de quem somos. Não são os outros que definem o nosso verdadeiro valor, somos nós mesmos.


RAV EFRAIM BIRBOJM – Mestre em Engenharia pela Escola Politécnica da USP, começou seu processo de Teshuvá (retorno ao judaísmo) aos 25 anos, através da Instituição “Binyan Olam”. Saiba mais.

Email: efraimbirbojm@gmail.com