CALMA PARA CORRIGIR OS ERROS – RAV EFRAIM BIRBOJM

348_história_2_1Na ânsia de consertar nossos erros, acabamos agindo de maneira precipitada e impulsiva. A falta de paciência nos faz desistirmos rápido demais.


“A Sra. Blumenthal foi assistir à apresentação de uma importante ópera. Como era um espetáculo de gala, ela foi com suas melhores roupas e colocou suas melhores joias. A apresentação foi maravilhosa e ela voltou contente para a casa. Porém, ao se olhar no espelho, notou que havia perdido seu colar de pérolas. Ela ficou desesperada. O problema não era apenas o valor daquele colar, mas também por ser uma joia de estimação. A Sra. Blumenthal pensou que talvez tivesse deixado cair no carro. Sem paciência de esperar o elevador, desceu correndo pelas escadas e foi até a garagem. Examinou o veículo cuidadosamente, mas infelizmente não encontrou o seu colar.

A Sra. Blumenthal mal conseguiu dormir naquela noite. Na manhã seguinte, logo cedo, ela fez uma ligação para o teatro e foi gentilmente atendida pelo gerente. Ela explicou, desesperada, sobre o colar desaparecido e o seu imenso valor sentimental. O gerente, muito solícito, pediu a ela que aguardasse na linha enquanto ele verificava com o pessoal da manutenção se alguém havia encontrado o colar. Após alguns telefonemas, o gerente conseguiu falar com o chefe da manutenção, que informou que um dos faxineiros, após o espetáculo, havia encontrado o colar caído no chão e havia devolvido. O colar estava guardado em um lugar seguro.

Voltando ao telefone para transmitir a feliz notícia à senhora angustiada, o gerente constatou que ela já havia desligado. Ele não sabia quem era aquela senhora e nem o seu telefone. Infelizmente ela não teve paciência de esperar. O gerente ligou novamente para o chefe da manutenção e disse:

- Você vê como são as coisas? As pessoas pedem ajuda, mas infelizmente não “ficam na linha” aguardando a resposta. Quando querem resolver as coisas, são muito precipitadas e desanimam rápido demais”.

Nos comportamos como a Sra. Blumenthal. Na ânsia de consertar nossos erros, acabamos agindo de maneira precipitada e impulsiva. A falta de paciência nos faz desistirmos rápido demais. A consequência é que sofremos de maneira desnecessária e carregamos problemas e dificuldades pelo resto das nossas vidas.


RAV EFRAIM BIRBOJM – Mestre em Engenharia pela Escola Politécnica da USP, começou seu processo de Teshuvá (retorno ao judaísmo) aos 25 anos, através da Instituição “Binyan Olam”. Saiba mais.

Email: efraimbirbojm@gmail.com