JOÃO MACACÃO FAZ SHOW NO GRAMADO NO HEBRAICA MEIO-DIA | Glorinha Cohen

JOÃO MACACÃO FAZ SHOW NO GRAMADO NO HEBRAICA MEIO-DIA

196_hebraica_1.1

Dia 15 de setembro o projeto Hebraica Meio-Dia acontecerá na Praça Jerusalém, no gramado, trazendo João Macacão. Ele lança seu segundo disco “Consequências”, e com sua banda, apresenta um resgate de nossa memória musical, prestando uma homenagem a grandes mestres do cancioneiro brasileiro, dando continuidade ao trabalho desenvolvido anteriormente com o disco “Serestando” e com o show “Choros, Sambas e Serestas”. Sua banda, formada por integrantes da velha guarda do choro e samba em São Paulo, conta com músicos que participam, entre outros, de importantes grupos como o Demônios da Garoa. O show resgata o clima das tradicionais rodas de choro e serestas que aconteciam em São Paulo, no início do século XX.

João Macacão é considerado uma das figuras mais marcantes da seresta, samba e choro da atualidade, bem como uma das maiores virtuoses no violão 7 cordas no Brasil. Acompanhou por mais de 20 anos o seresteiro Silvio Caldas. Já tocou ao lado de grandes cantores e músicos como Orlando Silva, João Dias, Gilberto Alves, Altamiro Carrilho e Paulo Vanzolini. Em 2008, aos 68 anos, lançou seu primeiro Cd solo com grandes clássicos do cancioneiro popular brasileiro, incluindo obras de Noel Rosa, Ary Barroso, Hervê Cordovil, Monsueto Menezes, Adelino Moreira, Bezerra de Menezes, Chico Buarque, entre outros.

Nascido  João Nicolau de Almeida, representante da velha guarda do choro do samba e da seresta, ele iniciou sua formação a partir do contato com músicos de origem popular como ele. Este convívio levou-o aos caminhos das rodas de choro que se organizavam (e ainda continuam) espontaneamente em residências da periferia de São Paulo. Aos poucos, foi se profissionalizando como músico e passou a integrar o Regional de Esmeraldino Salles acompanhando grandes artistas da música brasileira como Orlando Silva, Gilberto Alves, Altamiro Carrilho entre tantos.  Está, desde os anos 80, envolvido no meio artístico musical do samba e do choro. Atuando como instrumentista, acompanhando ao violão de 7 cordas artistas consagrados.Sua marca mais importante é o fato de ter acompanhado o seresteiro Silvio Caldas por mais de 20 anos.

João Macacão passou a ter o seu próprio regional de choro, inicialmente o Conjunto Amapá, e desde 1988 é líder do Conjunto Paulistano, que se apresenta em casas noturnas, residências e shows, divulgando um repertório centrado em choros e serestas. Este trabalho está consolidado em um CD independente, gravado em 2003. A partir da participação como cantor em coletânea do compositor Paulo Vanzolini, João Macacão iniciou a carreira de intérprete. Seu repertório resgata estilos musicais originalmente brasileiros, de compositores como Noel Rosa, Sinhô, Eratóstenes Frazão, Hervê Cordovil entre outros.

A experiência profissional de João Macacão vem comprovando que atualmente, em São Paulo, as pessoas ouvem e cantam músicas que só podem ser apreciadas, ao vivo, nas ruas e bares. Há uma memória cultural, que insiste em permanecer no coração do público, mantendo vivas as músicas de Noel Rosa, Cartola, Waldir Azevedo, Jacob do Bandolim, entre outros e que são, raramente, executadas nos meios de comunicação em geral.

Foto: Patrick Karassawa