HUMILDADE QUE SALVA – RAV EFRAIM BIRBOJM

345_História_2_1Não há nada melhor do que a humildade. Cuidado com o orgulho, pois na verdade nada é realmente nosso: a riqueza, beleza, força e inteligência não são méritos nossos. Tudo o que possuímos é um presente de D’us.


“Certa vez um jovem judeu viajava em um navio. No meio da viagem, começou uma violenta tempestade. As imensas ondas que se formaram quase racharam o navio ao meio. Foi um grande milagre o navio ter conseguido chegar a uma praia segura, onde permaneceu até o fim da tempestade. Quando retomaram a viagem, avistaram os restos de uma embarcação que havia naufragado na tempestade. Chegando mais perto, o jovem percebeu que tratava-se justamente do navio no qual seu rabino, um grande sábio de Torá, estava viajando. O coração dele, abalado, encheu-se de dor. Porém, para a sua surpresa, quando ele desembarcou e dirigiu-se ao Beit Midrash (Centro de Estudos), viu o que parecia uma assombração: o seu rabino estava lá, tranquilamente sentado, ensinando Torá aos seus alunos.

- Rabino! – ele gritou, assustado – Como você escapou da tempestade? Eu vi com meus próprios olhos os restos da sua embarcação que naufragou!

- Um pedaço de madeira passou flutuando perto de mim quando o mar estava a ponto de me engolir – respondeu o sábio – Agarrei-me a ele e, com a ajuda de D’us, consegui nadar até a praia em segurança.

- Mas eu não entendo – questionou o aluno – como você não foi engolido pelas ondas gigantescas, que afundaram até navios? Como você conseguiu sobreviver se segurando em um pequeno pedaço de madeira?

- Você sabe porque eu sobrevivi? – respondeu o rabino, dando uma incrível lição de vida ao seu aluno – Pois eu abaixei a cabeça cada vez que vinha uma onda grande”.

Não há nada melhor do que a humildade. Cuidado com o orgulho, pois na verdade nada é realmente nosso: a riqueza, beleza, força e inteligência não são méritos nossos. Tudo o que possuímos é um presente de D’us.


RAV EFRAIM BIRBOJM – Mestre em Engenharia pela Escola Politécnica da USP, começou seu processo de Teshuvá (retorno ao judaísmo) aos 25 anos, através da Instituição “Binyan Olam”. Saiba mais.

Email: efraimbirbojm@gmail.com