UNIVERSIDADE DE HAIFA COMEMORA 50 ANOS E HOMENAGEIA O SR. ELIE HORN EM EVENTO ÚNICO

No dia 22 de junho a Universidade de Haifa celebrou seu 50º Aniversário. E para comemorar a data reuniu membros do Conselho de Administração da Universidade de todo o mundo no Sítio Arqueológico de Dor Beach. Os amigos da Universidade de Haifa no Brasil prestigiaram o evento em uma comitiva encabeçada por Avi Gelberg.

Na data, o Sr. Elie Horn, do Brasil, foi contemplado com a mais alta honraria, o título Honoris Causa, pela sua contribuição significativa para a sociedade, academia e ciência e por sua amizade com a Universidade de Haifa e apoio no avanço de sua visão. Representado por sua irmã Joyce, ele participou da cerimônia virtualmente.

Ramy Kleinstein, um dos artistas mais respeitados de Israel, se apresentou ao lado de Pablo Rosenberg encerrando a noite de comemoração em grande estilo.

Veja vídeo do tributo ao Sr. Elie Horn: https://www.youtube.com/watch?v=C1yuY5gsZuY

Sobre a Universidade de Haifa

A Universidade de Haifa é a instituição mais pluralista do ensino superior em Israel. Com cerca de 18 mil alunos de diferentes nacionalidades, compõe seis faculdades: Direito, Ciências, Ciência Educativa, Humanidades, Educação e Bem-estar Social e Saúde. Tal pluralidade se dá através da missão de promover a excelência acadêmica em uma atmosfera de tolerância e multiculturalismo. A Escola Internacional da Universidade de Haifa oferece bolsas de estudo para estudantes internacionais e no nível do corpo docente para a maioria dos programas. Além de ser uma das mais avançadas tecnologicamente em sua área de especialização, a universidade que também possui destaque com grandes pesquisas nas áreas de: ciências marinhas, ciências ambientais, literatura, estudos da idade de ouro, desenvolvimento de convivência e diversidade – multicultural.

Lar de 17.000 estudantes, a Universidade de Haifa está localizada em uma região de beleza única, entre o Monte Carmelo, a cidade de Haifa e o Mar Mediterrâneo. Por 50 anos, promoveram a excelência acadêmica por meio de pesquisa e inovação interdisciplinar em uma comunidade construída sobre colaboração, tolerância e diversidade.

Judeus, muçulmanos, cristãos, drusos, estudantes internacionais e pessoal de segurança estudam e socializam juntos em uma atmosfera de tolerância e respeito em no campus. O corpo docente é 50% feminino e 40% do corpo discente é formado por árabes (dos quais 70% são mulheres). Muitos estudantes são imigrantes recentes, outros representam a primeira geração de suas famílias a frequentar a universidade.

Hoje, a Universidade de Haifa busca expandir seu impacto global estabelecendo metas ambiciosas e essenciais para o bem-estar de nossa sociedade global. Seu plano estratégico acadêmico está alinhado com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas de eliminar a pobreza, a fome e a discriminação. O renomado Times Higher Education Impact Rankings lista a Universidade de Haifa como o único representante de Israel na pesquisa global que avalia o trabalho das instituições para atingir essas metas.

A proximidade inimitável da Universidade com as montanhas, a cidade e o mar inspirou a abordagem de resolução de problemas que são implementados em meio ao 50º aniversário da Universidade: pensar localmente e agir globalmente.

Trabalhando em “laboratórios vivos”, a equipe é capaz de acessar e aproveitar o talento e os recursos que se estendem além das comunidades imediatas para estudar e implementar soluções globais.

Com base em 50 anos de sucesso

Para o 50º aniversário da Universidade de Haifa, o comitê embarcou em uma campanha de arrecadação de US$ 150 milhões para construir infraestrutura e expandir pesquisas nas áreas de igualdade, meio ambiente, saúde e humanidades, bem como a tecnologia para maximizar o impacto nos desafios globais do século XXI. Por meio desse investimento, a Universidade aproveitará os êxitos dos últimos 50 anos e chegará mais longe do que nunca para fornecer acesso e recursos para seu corpo docente diversificado, estabelecer novas áreas de estudo, recrutar e reter os melhores professores e expandir espaços para inovação. O objetivo final da campanha é promover descobertas inovadoras dentro de seus laboratórios naturais “Mountain-City-Sea” com implicações globais para as mudanças climáticas do planeta e sociedades em evolução.

Facebook20
Share
Instagram20
WhatsApp20